quinta-feira, 21 de junho de 2012

Historias De Terror - A Viuva Negra Do Diabo

Historias De Terror -
 A Viúva era uma mulher enganada no amor, que morreu ao descobrir que seu marido a era infiel. Ela teria então assinado um pacto com o diabo para permanecer eternamente neste mundo e obter sua vingança. Ela costumaria pular nos cavalos de homens solteiros e cavalgar abraçada a eles, e se eles se assustassem, ela os mataria. A única forma de se manter ileso seria carregar um rosário ou um crucifixo, e não ficando assustado. Este mito é tão arraigado na Argentina que a expressão “ser visitado pela Viúva” é um sinônimo para um evento inesperado e desagradável.

Outras versões sobre a Viúva Negra adicionam um toque especial à sua história de eriçar os cabelos, prometendo uma morte solitária, lenta e dolorosa para os homens impetuosos e infiéis que ela encontra.

A Costa Rica tem um mito similar, conhecido como La Cegua. La Cegua pede carona a homens solitários e infiéis, atraindo-os com sua grande beleza, mas uma vez que ela esteja sobre o cavalo, quando o homem olhar para trás verá que seu rosto é um crânio de cavalo coberto por carne podre, e ela irá morder suas bochechas para marcá-los como infiéis. Contudo, outra versão mostra que o resultado deste encontro pode ser ainda mais grave: todos os homens infiéis morreriam com seus olhos arregalados de medo, e aqueles que não fossem infiéis não perderiam suas vidas, mas se tornariam impotentes para o resto de suas vidas.
CADEJOS , os cães demoniacos.

Os Cadejos, cães demoníacos apareceriam à noite acompanhados por um som de correntes sendo arrastadas, embora nenhuma corrente seja visível. Do tamanho de um bezerro pequeno, este cão teria o pêlo emaranhado, dentes gigantescos e olhos, narinas e orelhas incandescentes, que assustariam qualquer coisa em seu caminho, de crianças travessas a homens perdidos e animais de fazenda. Contudo, esta “assombração” é considerada benévola, pois caminharia junto aos homens embriagados para certificar-se de que cheguem em segurança a suas casas, até mesmo protegendo-os de outras criaturas da noite como La Llorona ou ladrões comuns. Na Guatemala, contudo, eles consideram que haja duas versões deste cão: o negro e o branco. O cão branco protegeria qualquer um que acompanhasse. Outra história arrepiante conta como os Cadejos apareceram para um trapaceiro da cidade que estaria hospedado em uma fazenda, e como as pessoas deveriam escutar os avisos de natureza sobrenatural dados por pessoas do campo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário